Jun 15
Plural apresenta nova ferramenta da plataforma de soluções digitais 
A Plural disponibiliza aos seus clientes mais um investimento em tecnologia de última geração, com inúmeras vantagens, o IMaging Creation. Serviço integrante da Plataforma de Soluções Digitais da Plural, o Creation é uma ferramenta avançada para automatizar a criação de folhetos, tabloides e catálogos. Arquivos de imagens, textos e preços que compõem o impresso são inseridos no sistema e podem ser alterados durante todas as etapas do trabalho, mesmo na aprovação final. Além de ser um canal de comunicação entre o cliente e a Plural, o Creation também permite maior integração entre os responsáveis pelo desenvolvimento, criação e aprovação do produto. Via internet, o cliente pode acessar de qualquer computador um sistema moderno, sem a necessidade de instalar novos programas. A ferramenta é totalmente segura, permitindo total controle das alterações realizadas. Fonte: Abigraf

Tilibra lança linha de caderno Fabric Animals 2011 
A Tilibra lança coleção de cadernos 2011 Fabric Animals com estampas para o público infantil e teen baseada em tendências de moda e consumo. Os personagens que já fazem muito sucesso com a garotada, voltam com tudo nessa coleção com um mix de cores vibrantes. Preocupada  em demonstrar a importância da reciclagem, a marca desenvolveu seus personagens a partir de tecidos reaproveitados. Os cadernos e cadernetas Fabric Animals da Tilibra apresentam uma folha com adesivos, guarda e miolo decorado e já estão disponíveis nas melhores papelarias do País. Fonte: Abigraf

ENERGIA – Opinião do engenheiro Ildo Sauer, ex-diretor de Petróleo e Gás da Petrobras na gestão de Lula até 2007, sobre o sistema de energia do País: “ Há uma cadeia de responsabilidade, que é sequencial, na indústria da energia elétrica. Temos um sistema elétrico brasileiro muito positivo, desde que administrado adequadamente, graças a enormes vantagens comparativas do aproveitamento da diversidade dos recursos hidrológicos, de horários e tipos de consumo, em várias regiões e segmentos. Exige uma coordenação estruturada que vem desde o planejamento da expansão e vai até todas as demais etapas, passando pelas capacidades de geração e transmissão e também distribuição da energia elétrica aos consumidores finais”. Para ler a entrevista na íntegra clique aqui. Fonte: Correio da Cidadania

AMÉRICA LATINA - A Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal) lançou no dia 10 último, em sua sede em Santiago, Chile, o livro "América Latina frente ao espelho. Dimensões objetivas e subjetivas da desigualdade social e do bem-estar na região". O livro analisa se há ligação entre as condições de bem-estar econômico e desigualdade social existentes na América Latina com as expectativas e percepções que os cidadãos têm acerca dessas realidades. Com o trabalho, a Cepal busca contribuir para o desenvolvimento de políticas públicas mais integrais que permitam avançar na redução da pobreza e da desigualdade da região. Saiba mais sobre o livro entrando no site da CEPAL aqui. Fonte: Adital

SEM TRANSGÊNICOS - Uma marcha realizada no início de junho último, em Papay, no Haiti, de campesinos e campesinas desse país avisou que eles não aceitam a doação de sementes transgênicas, fertilizantes e pesticidas, feita pela multinacional Monsanto. Leia mais sobre o assunto aqui. Fonte: Revista Fórum

OIT diz “marque um gol”: erradique as piores formas de trabalho infantil
“Ao mesmo tempo em que milhões de pessoas apreciam a Copa Mundial de Futebol, existem cerca de 215 milhões de crianças que devem trabalhar para sobreviver. A educação e os jogos são luxos para elas. O avanço na diminuição do trabalho infantil está mais lento e ficou mais difícil o caminho para erradicar as piores formas em 2016. Necessitamos recuperar a velocidade. Tomara que o campeonato mundial sirva de inspiração e possamos enfrentar este desafio com a energia, as políticas e o compromisso que são requeridos para atingir as metas”, disse o Diretor-Geral da OIT, Juan Somavia.Para celebrar o Dia Mundial serão realizadas iniciativas em mais de 60 países com a participação de governos, empregadores e trabalhadores, organismos das Nações Unidas e outras organizações da sociedade civil.Foram programadas discussões de alto nível sobre políticas, partidas de futebol e outras atividades esportivas, debates públicos, iniciativas dos meios de comunicação, campanhas de conscientização, eventos culturais e outras atividades.Muitas iniciativas serão dirigidas para a campanha “Cartão vermelho ao trabalho infantil”, uma iniciativa da OIT que inclui a publicação de um guia de recursos produzida junto com a FIFA para conseguir que o futebol apoie os esforços destinados à erradicação do trabalho infantil.Em Genebra, a Conferência Internacional do Trabalho realizará em 11 de junho uma discussão sobre o novo Relatório Global sobre Trabalho Infantil. No mesmo dia, centenas de crianças das escolas particulares participarão de uma iniciativa de “Solidariedade com as crianças”, na Praça das Nações, organizada pela associação da comunidade “Le respect, ça change la vie” em cooperação com a OIT. Crianças e dirigentes da sociedade civil se reunirão ao redor de um campo de futebol para “marcar um gol contra o trabalho infantil” e mostrar o “cartão vermelho ao trabalho infantil”.O Dia Mundial ocorre um mês depois que mais de 450 delegados provenientes de 80 países se reuniram em uma Conferência em Haia, convocada pelos Países Baixos, para aprovar um roteiro que permita avanços mais rápidos no objetivo de eliminar as piores formas de trabalho infantil em 2016. O roteiro identifica uma série de princípios e de ações que podem ser feitas por governos, interlocutores sociais (trabalhadores e empregadores), organizações não governamentais e outras organizações da sociedade civil no nível regional e internacional.O acordo sobre o roteiro ocorreu logo depois que o terceiro relatório global sobre trabalho infantil advertiu que a campanha mundial contra o problema atravessa uma conjuntura crítica. O relatório mostra que os esforços mundiais para eliminar as piores formas de trabalho infantil estão perdendo força e alerta que, a menos que sejam incrementados, o objetivo de 2016 não será alcançado.Esta meta foi estabelecida em 2006 depois de constatadas as tendências positivas no relatório global anterior, que sugeriam que a eliminação das piores formas de trabalho infantil era possível em 2016. Fonte: OIT do Brasil

Dieese lança escola de ensino superior com cursos sobre o trabalho
O governo federal assinou, quarta-feira (9), a concessão por dez anos – sem ônus – de um prédio pertencente à União no Centro de São Paulo, onde funcionará a Escola Dieese de Ciências do Trabalho. A liberação do Ministério da Educação para o funcionamento da escola de ensino superior foi concedida ao Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicas (Dieese) há duas semanas.Segundo a entidade, a escola proverá cursos de graduação e pós-graduação, além de disciplinas de especialização para dirigentes sindicais. Também haverá um curso de graduação de três anos em ciência do trabalho. O Dieese precisa agora da liberação do MEC para lançar o primeiro curso.O ministro Paulo Bernardo (Planejamento) disse, na entrega do termo de doação ao presidente do Dieese, o metalúrgico de Guarulhos Josinaldo José de Barros, ter ficado “encantado” com o projeto: “O presidente Lula achou a ideia fantástica e avaliou a concessão da sede como mais uma parceria do governo com o movimento sindical”. “Queremos, no futuro, que jornalistas, economistas, advogados e juristas se especializem na questão do trabalho”, ressalta o diretor técnico do Dieese, Clemente Ganz Lucio, que considera “inacreditável” que um estudante seja formado em economia sem ter contato com questões do trabalho.
Vagas - Os técnicos do Dieese avaliam que a primeira turma deve começar em julho de 2011, mas os esforços do órgão são para iniciar os trabalhos já no início do próximo ano. Ainda não está definido o número de vagas que serão abertas, mas o prédio, de oito andares, comporta quatro salas de aula e dois laboratórios, além de biblioteca, lanchonete e um auditório para 120 pessoas. A ideia é que a escola seja mantida com os repasses recebidos pelo Dieese das Centrais Sindicais. Fonte: jornal Valor Econômico Jorge Caetano Fermino

written by administrador

Jun 14
Vendas de papelão ondulado cresceram em maio 9,73% sobre abril 
As vendas de papelão ondulado totalizaram 228,372 mil toneladas em maio, um crescimento de 9,73% em relação a abril e 22,49% sobre o mesmo mês no ano passado, segundo a Associação Brasileira do Papelão Ondulado (ABPO). No acumulado do ano, o volume atingiu a marca de 1,038 milhão de toneladas, ou 20,04% mais que nos cinco primeiros meses de 2009. PrintCom World

Setor de papel e celulose investe na capacitação de jovens  A Suzano Papel e Celulose, nas suas unidades em Mucuri (BA), Suzano (SP) e Embu (SP), Conpacel, em Americana (SP) e a International Paper, em Mogi Guaçu (SP) estão investindo na capacitação de mão de obra por meio do Formare, projeto social de educação profissional para jovens de baixa renda, idealizado e coordenado pela Fundação Iochpe. As empresas têm a oportunidade de preparar adolescentes para o mercado de trabalho e, caso seja de seu interesse, contratar os próprios alunos que participaram do projeto. A previsão é de nos próximos cinco anos, Suzano Papel e Celulose, International Paper e Conpacel formem aproximadamente 500 jovens entre 16 e 18 anos. Os cursos têm duração de um ano, com carga horária mínima de 800 horas/aula. Ao término, os alunos recebem um certificado da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), instituição federal de ensino vinculada ao MEC (Ministério da Educação), que mantém convênio com a Fundação Iochpe desde 1995. Fonte: Abigraf

Setor de papel e celulose investe na capacitação de jovens 
A Suzano Papel e Celulose, nas suas unidades em Mucuri (BA), Suzano (SP) e Embu (SP), Conpacel, em Americana (SP) e a International Paper, em Mogi Guaçu (SP) estão investindo na capacitação de mão de obra por meio do Formare, projeto social de educação profissional para jovens de baixa renda, idealizado e coordenado pela Fundação Iochpe. As empresas têm a oportunidade de preparar adolescentes para o mercado de trabalho e, caso seja de seu interesse, contratar os próprios alunos que participaram do projeto. A previsão é de nos próximos cinco anos, Suzano Papel e Celulose, International Paper e Conpacel formem aproximadamente 500 jovens entre 16 e 18 anos. Os cursos têm duração de um ano, com carga horária mínima de 800 horas/aula. Ao término, os alunos recebem um certificado da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), instituição federal de ensino vinculada ao MEC (Ministério da Educação), que mantém convênio com a Fundação Iochpe desde 1995. Fonte: Abigraf SIG Combibloc investe na primeira unidade no Brasil 
A SIG Combibloc, fabricante de embalagens cartonadas, investirá 90 milhões de euros em sua primeira fábrica no Brasil, com capacidade para produzir 1 bilhão de embalagens por ano, com possibilidade de duplicação em curto período. As obras de construção já iniciaram em Campo Largo, no Paraná. O início das atividades está previsto para o segundo semestre de 2011, e, na primeira fase, produzirá três formatos de embalagens. Outros tipos serão introduzidos gradativamente. Com a decisão de investimento no País, a empresa dá continuidade à sua política de internacionalização. Nos anos 1990, a SIG expandiu no continente asiático. PrintCom World

Campanha de combate ao trabalho infantil é lançada em Brasília
O Ministério do Trabalho lançou nesta quinta-feira (10), às 10 horas, no Museu da República, em Brasília, a campanha do Dia Mundial de Combate ao Trabalho Infantil. A campanha, realizada em parceria com o Ministério de Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), a Organização Internacional do Trabalho (OIT) e o Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (FNPETI), tem como tema este ano “Cartão Vermelho ao Trabalho Infantil”.O Dia Mundial, que é celebrado em 12 de junho, tem como mote este o cartão vermelho, uma vez que a data coincide com a Copa do Mundo, fazendo alusão à punição máxima que um jogador pode ter em campo. A campanha teve como tema o futebol e como garoto propaganda o jogador Robinho.

Dia Mundial
- Todos os anos, a data chama a atenção para a necessidade urgente de se eliminar o trabalho infantil, em especial as suas piores formas. Esse ano, a meta de alcançar esse objetivo até 2016 foi o tema principal da recente Conferência Mundial contra o Trabalho Infantil, realizada em Haia, Holanda. www.mte.gov.br Prove a união estável para ter a pensão do INSS
Quem não era oficialmente casado, mas vivia junto com o companheiro, tem direito à pensão por morte do INSS, desde que consiga comprovar, ao menos com um documento, a união estável. A pensão é um benefício pago pela Previdência ao cônjuge, companheiro (a) ou dependentes de quem morreu quando ainda tinha qualidade de segurado. O INSS aceita vários documentos para a comprovação da união estável. Podem valer a declaração de Imposto de Renda em que conste o companheiro como dependente, uma conta de água e outra de energia elétrica --uma no nome de um companheiro, e a outra, no de outro-- que mostrem que o casal vivia no mesmo endereço, certidão de nascimento de um filho em comum ou uma conta bancária conjunta, por exemplo. Fonte: Jornal Agora SP Receita paga nesta terça-feira 1º lote do Imposto de Renda 2010
Receita Federal começa a fazer nesta terça-feira, dia 15 de junho, o pagamento do primeiro lote de restituição do Imposto de Renda (IR) da Pessoa Física de 2010 (ano-base 2009). O pagamento será depositado na conta do banco do contribuinte indicada na declaração do IR.Vale lembrar que em razão do jogo do Brasil pela Copa do Mundo nesta terça-feira, os bancos vão trabalhar em horário especial. As agências bancárias vão funcionar mais cedo, a partir das 8 horas da manhã, com horário do expediente se encerrando às 14 horas pelo horário de Brasília. O jogo do Brasil contra Coreia do Norte acontece às 15h30.Para saber se foi incluído no primeiro lote de restituição, o contribuinte poderá fazer a consulta na página da Receita Federal na internet ou pelo ReceitaFone, bastando discar 146. É obrigatório informar o número do CPF (Cadastro de Pessoa Física). Quem não indicou uma conta bancária
Caso não tenha informado uma conta para crédito da restituição, o contribuinte deve procurar uma agência do Banco do Brasil ou ligar para os seguintes telefones para agendar o crédito em conta em qualquer instituição financeira:Nas capitais: 4004-0001
Nas demais localidades: 0800-729-0001
A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá requerê-la mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, disponível na página da Receita Federal na internet.A Receita deve liberar neste primeiro lote 1.478.232 restituições do Imposto de Renda de 2010, que somam R$ 1,72 bilhão. Os contribuintes maiores de 60 anos, conforme o Estatuto do Idoso, serão priorizados. Por isso, a Receita vai liberar 1.222.533 de restituições destes contribuintes, somando R$ 1,36 bilhão em impostos a serem pagos. Todas as declarações de 2010 serão atualizadas pela taxa Selic do período de maio a junho de 2010, que foi de 1,75%.De acordo com a Receita Federal, mais de 24 milhões de contribuintes entregaram a declaração do Imposto de Renda até o prazo final, que foi o dia 30 de abril. A Receita Federal deve abrir a consulta para o segundo lote poucos dias antes do pagamento, marcado para o dia 15 de julho. Fonte: IG SP Clique aqui e confira se sua restituição foi liberada Jorge Caetano Fermino

written by administrador

Jun 11
Após os 40 anos, maioria absoluta dos casos é em pacientes homens
Uma mesma doença apresenta características totalmente diferentes dependendo da idade do paciente.Se o doente tiver mais de 40 anos, a maioria dos portadores de câncer de boca é homem, fumante e também consumidor de bebidas alcoólicas. Agora, se a doença surgir precocemente, mais mulheres estão entre as estatísticas e o consumo de cigarro e álcool não será hábito recorrente.O comportamento do câncer de boca foi estudado em pesquisa pioneira da Faculdade de Odontologia da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). O dentista Alan Roger Santos da Silva, especializado em estomatologia, quis mapear as principais características do tumor bucal em língua e cavidade oral em pessoas mais novas, apesar da incidência ser bem mais rara antes dos 40 anos.

Pesquisa mostra que em pacientes mais novos, câncer de boca acomete mais mulheres do que entre os mais velhos
“Reunimos todos os casos de pacientes nesta faixa etária atendidos nos últimos 20 anos em quatro centros especializados de países diferentes”, afirma o autor do estudo. “A proposta de avaliar casos do Brasil, da Guatemala e da Inglaterra foi justamente para avaliar pessoas com hábitos e culturas diferentes.”“Fizemos a análise laboratorial de 37 pacientes, um número que pode parecer pequeno mas é o maior já estudado pela literatura”, justificativa Silva. Os dados não variaram de país para país, mas as características encontradas nos pacientes mais novos contrastaram com os dados históricos da doença.Nos mais novos, 43% dos pacientes eram mulheres, metade não fumava e 41% não bebiam, conjunto de especificidades muito diferente das mapeadas pela pesquisa nacional de câncer na cavidade oral publicada na Revista Brasileira de Otorrinolaringologia. Neste trabalho feito com 300 pacientes de todas as idades (idade média foi 57 anos), 81% eram homens, 76,8% tabagistas e 74% consumidores de álcool.
Culpa da genética A resposta para as características tão diferentes do câncer de boca de acordo com a faixa etária ainda não é clara, mas o pesquisador da Unicamp tem um ponto de partida. “As análises que fizemos mostraram que entre os mais novos há muito mais carga genética relacionada ao câncer do que entre os mais velhos”, diz Alan Roger Silva. “Ainda não sabemos se esta instabilidade de genes é resultado de uma herança familiar, desencadeada por um fator ambiental ou ainda comportamental. Isso ainda exige mais estudos. O nosso próximo passo será avaliar se existe relação do câncer de boca com o vírus HPV (transmitido por relação sexual desprotegida principalmente)”, afirmou o dentista.A hipótese de relação do câncer de boca com o vírus HPV – que se não tratado pode evoluir para câncer de colo do útero – já apareceu em outros ensaios científicos que identificaram que portadores de câncer de traqueia e amígdala tinham o vírus do HPV, mas ainda não há consenso de que um interfere no aparecimento do outro.
Apague o cigarro
Ainda que entre os pacientes de câncer de boca mais novos o cigarro tenha aparecido em menor escala, é importante ressaltar que metade dos portadores é fumante. De forma geral, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) coloca o álcool e o tabaco como fatores principais para o desenvolvimento do câncer na boca. Só para este ano, são projetados pelo governo federal 14.160 novos casos pelo governo federal, sendo 10.380 homens e 3.780 mulheres.
Fonte: Portal IG São Paulo

written by administrador

Jun 11
Saiba como cuidar dos fios e aprenda dicas para evitar o aspecto pesado e o frizz
Você está com a impressão de que seus cabelos estão mal lavados? Isso pode ser consequência dos dias mais frios, típicos do outono e inverno.Vários fatores podem causar o excesso de oleosidade, como explica Luciano Barsanti, tricologista e diretor do Instituto do Cabelo: “Pouco tempo de exposição ao sol, alimentação mais calórica e banho quente são os grandes responsáveis pelo aumento da produção de óleo no couro cabeludo”, diz.O hairstylist Guto Leça ensina como se livrar da aparência “pesada” dos fios. “É interessante usar um xampu para raízes oleosas e pontas secas. Ele não tira óleo do restante dos fios e a raiz fica mais limpa”.Alem da oleosidade exagerada, a água quente e o uso contínuo do secador desidratam as madeixas e, em decorrência disso, as pontas ficam ressecadas e aparentemente descuidadas. A umidade presente no ar, que é maior nessa época, provoca o efeito frizz - os fios ficam elétricos e arrepiados.

Separamos algumas dicas para você passar pelo outono/inverno com os cabelos mais bonitos e sem brigar com o espelho: - Se você faz escova, vale secar bem o cabelo antes de modelar, isso garante fios mais leves e soltinhos;- Prefira xampu sem sal para raízes oleosas e pontas secas. Fique de olho no rótulo e prefira os de PH baixo;

Dicas e truques para cuidar dos fios
Mais sobre cabelos: · Escolha a escova certa para o seu cabelo ·
Faça com bobes: Liso com Volume ·
Cabelos e produtos de Sex and the City 2 · Hidratação, reconstrução ou cauterização?
- Encare o frio e lave os cabelos normalmente, nada de passar mais de dois dias sem lavá-los;
- Procure ficar menos tempo com a cabeça embaixo da água e, para enxaguar, prefira água morna;
- Use reparador para hidratar as pontas com proteção solar;
- Hidrate uma vez por semana. Pode ser embaixo do chuveiro mesmo, com máscaras apropriadas. Atenção: enxágue muito bem, não deixe nenhum resíduo no cabelo;
- Nunca use condicionador na raiz. Se você tem cabelo oleoso, prefira leave-in;
- Não exagere na quantidade de cremes. Além de não domar os fios, seu cabelo ficará oleoso; - Opte por xampu de limpeza profunda a cada 10 dias;
- Use o secador em temperatura média ou fria, com 30 cm de distância dos fios. Finalize com vento frio, que fecha as cutículas;
- Os tratamentos reconstrutores tais como hidratação, escova nutritiva ou cauterização são ótimos para domar os fios mais rebeldes.
Fonte: Portal IG

written by administrador

Jun 11
Estudo, divulgado nesta quinta-feira, dia 10, mapeou a dor em São Paulo e encontrou dados alarmantes. Três em cada 10 paulistanos convivem com o problema (28% no total) e a metade recorre à automedicação para sanar o problema, que ataca mais as regiões das pernas (22% das queixas), as costas (21%) e a cabeça (15%).Entre os homens, 20% afirmaram sentir dor. No caso das mulheres, a situação é ainda pior: 34% delas têm dores crônicas, que podem comprometer o trabalho e as relações pessoais. O índice é maior entre as donas de casa: 33,3%. Elas só perdem para os aposentados (36%) e autônomos (35,7%). A explicação para a liderança feminina na apresentação de dor é que nelas são encontrados maiores índices de obesidade – que alavancam o problema – e também porque sofrem mais de fibromialgia, doença de diagnóstico confuso, caracterizada pela dor em várias regiões do corpo.
O estudo também diagnosticou que quanto maior a escolaridade, menor a taxa de dor. Entre analfabetos, 33,7% apresentaram o problema contra 23,5% entre os com superior completo. De acordo com os pesquisadores, o conhecimento faz com que os pacientes busquem ajuda especializada, reduzindo o índice.
Só entraram na conta os que sofrem de dor crônica, ou seja, que experimentam sensações como desconforto, choques e pontadas por mais de três meses seguidos. O mapeamento da dor foi feito por meio de questionários aplicados em 2.446 paulistanos, com mais de 18 anos. A média de dor encontrada na cidade é semelhante à diagnosticada no mundo pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que aponta como taxa global do problema em 30%.
Fonte: Portal IG São Paulo

written by administrador

Ir para página início  556 557 558 559 560 561 562 563 564 565