Mai 22

Meses após regularizar o armazenamento insalubre de alimentos dados a seus trabalhadores, como orientou a Vigilância Sanitária de Valinhos durante uma fiscalização no local à pedido do Sindicato dos Gráficos da região (Sindigráficos), a empresa Vinhedense voltou a fazer tal prática. Apesar de várias denúncias sobre o caso ao Sindicato, que já cobrou da gráfica uma solução, nenhuma resposta foi dada e o problema continua. Diante do fato e como ela é reincidente em tão pouco tempo, a entidade da classe espera sanções mais duras dessa vez por parte da autoridade sanitária da cidade, a qual foi acionada pelo sindicato para ir até o local. LEIA MAIS 

FONTE: STIG JUNDIAÍ

written by FTIGESP

Mai 21

Ftigesp orientou os STIGs que precisam se reinventar diante da nova lei do trabalho, devendo assim agir para reconquistar a confiança da classe a fim de fortalecerem a unidade dos gráficos para garantirem os direitos

Embora seja em 1º de novembro a data-base de 17 dos 19 Sindicatos Paulistas dos Gráficos (STIGs), as entidades devem iniciar a campanha salarial antes da Copa do Mundo de Futebol, esta marcada para junho. A antecipação foi decidida durante a reunião da diretoria da Federação Estadual da classe (Ftigesp), no começo do mês. Pela deliberação, até o dia 10 de junho, será realizado o encontro do Conselho de Federados, instância composta pelos presidentes de todos os STIGs do estado. Na ocasião, os acertos sobre adiantamentos das assembleias dos gráficos em cada região e sobretudo a definição da pauta de reivindicação serão finalizadas. A intenção é enviar a pauta final ao patronal logo depois da Copa. Durante os jogos, os STIGS farão assembleias com a categoria. Nelas, darão o ponta pé no processo em defesa da garantia dos direitos.

"É preciso organizar todos os trabalhadores para resistirem diante desta conjuntura em que se tira direitos com a chancela da nova lei trabalhista, sobretudo diante de um cenário onde boa parte dos gráficos, estimulado pelos setores patronais e a mídia, rejeitam os seus próprios sindicatos", diz Leonardo Del Roy, presidente da Ftigesp. Portanto, frisou o dirigente durante a reunião, que caberá aos STIG reconquistarem a confiança da classe. E, para isso, é preciso se reinventar, saindo de trás das mesas e intensificarem no serviço e na ação sindical junto dos trabalhadores nas empresas. É preciso se reaproximar do gráfico, ouvi-lo e defendê-lo até mostrá-lo que o sindicato é aliado. Direitos já conquistados vem sendo retirados pelos patrões com a nova lei. Os STIGs têm muito o que fazer.

A garantia de uma positiva negociação coletiva dos direitos dos gráficos dependerá inclusive dessa reinvenção dos STIGs, visto que a nova lei do trabalho e o fim da ultratividade fortaleceram o setor patronal para a retirada de direitos. "Portanto, os sindicatos precisam ganhar de volta a confiança da maioria da classe através da ação sindical de base", disse Del Roy. A defesa dos atuais direitos convencionados através de uma campanha salarial diretamente com os gráficos nas suas empresas é de fundamental importância para demonstrar o papel do sindicato e ganhar a confiança da classe. É preciso estar na porta das gráficas. E ficar por lá para também defender os direitos já válidos através de ação sindical.

"Defender a convenção coletiva de direitos, neste contexto de nova lei do trabalho e afastamento do gráfico junto do seu sindicato, passa pela ação cotidiana dos sindicalistas junto dos trabalhadores", fala Del Roy. Estas iniciativas devem inclusive ser mais visibilizadas. Para isso, deve-se apostar no trabalho de comunicação sindical orgânica - aquela que dá publicidade as ações sindicais na defesa dos direitos ora sonegados pelas empresas. O dia a dia do STIG precisa virar notícia e chegar para o conjunto de trabalhadores e de empresas. A Ftigesp está preparada para contribuir nesta comunicação estratégica. Os STIGs devem enviar fotos e informações sobre estas ações para o órgão dar tal publicidade.

"Sem dúvidas, o vilão contra os direitos, salários e condições laborais dos gráficos continua sendo o patronal, e a nova lei do trabalho mostrará para todos os empregados esta verdade. Mas a lei também demonstra para os STIGs a necessidade de se reinventarem para manterem-se na defesa dos trabalhadores", diz Del Roy. Assim, a Ftigesp e os STIG já começaram a passar por esta atualização com a antecipação da atual campanha salarial, a primeira com a nova lei trabalhista em pleno vigor.

written by FTIGESP

Mai 18

No último mês, o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Gráficas (STIG) de Bauru e região completou mais um ano de resistência e luta em defesa da classe. A entidade, que completou 55 anos de fundação, sempre mantida através da unidade e organização da categoria, decidiu promove um evento festivo junto dos sindicalizados, reais mantenedores do órgão por todo esse tempo. Na região, existem 1,9 mil gráficos. E, no dia do feriado de Tiradentes, o STIG promoveu um baile para a classe.

O evento foi exclusivo para os trabalhadores gráficos sindicalizados. Foi realizado no salão do Espaço Brasil, em Bauru. Houve inclusive sorteio de prêmios. "A cada ano fica melhor", destacou Amilton Kauffman, que é o presidente do STIG. Ao seu comando, este foi o 5º Baile dos Gráficos em comemoração à fundação da entidade representativa da categoria.

"Apesar do fiel cumprimento de representar e defender os gráficos da região, o conjunto dos trabalhadores ainda não tem reconhecido o órgão por esse trabalho", observa Leonardo Del Roy, presidente da Federação Paulista dos Gráficos, entidade que o STIG Bauru é filiada. Uma dessas atuações em favor da categoria pode ser vista na participação eficiente nos processos de negociações garantindo para os gráficos uma das melhores Convenções Coletivas de Trabalho, com 84 Cláusulas acima das condições da CLT. Mesmo assim, grande parte da classe não tem se sindicalizado e tem se oposto até a contribuir para o custeio do STIG.

Del Roy não esconde a sua surpresa diante do posicionamento nocivo de boa parte dos gráficos da região de Bauru. Enquanto o Sindicato age em favor do trabalhadores, eles viram as costas para a entidade. Mas esse comportamento é prejudicial para o próprio empregado. A Ftigesp alerta que os direitos conquistados, com muito esforço, são temporários e dependem da participação do trabalhador anualmente nas campanhas salariais para serem renovados. O órgão lembra que reajuste de salários e melhores condições laborais não caem do céu, mas é preciso ter a participação de todos. Sindicalizem-se e contribuam consigo através do fortalecimento do STIG, este que jamais virará as costas para a classe.

written by FTIGESP

Mai 17

O crime de Lula, na verdade, foi comandar um governo popular, voltado aos mais pobres e isso jamais será aceito pela Casa Grande. Defender Lula é hoje um dever de qualquer patriota, qualquer democrata, independentemente de partido político. Em defesa dos nossos empregos, de nossos salários, da justiça e da democracia, chamamos todos os trabalhadores e trabalhadoras a se somarem à luta por Lula Livre, fazendo com que a voz da classe trabalhadora, que constrói a nação, seja ouvida e respeitada no Brasil! Diretoria do Sindicato dos Gráficos do ABC. LEIA MAIS 

FONTE: STIG ABC

written by FTIGESP

Mai 17

Após cinco meses sofrendo calados devido uma ilegal ação da empresa que baixou o salário de todos, os profissionais da Gráfica Bragança, na cidade de mesmo nome, denunciaram a situação ao Sindicato da classe (Sindigráficos ). Desde dezembro, reduziu o salário e a jornada no local. E fez sem respaldo legal. Não houve o aval do sindicato, pelo contrário. Ao longo de 2017, a empresa foi alertada pela entidade que se ela não apresentasse provas de caos financeiros, como dito pelo dono e nunca provado, e se não garantisse direitos aos gráficos, como estabilidade no emprego, jamais tal situação poderia ocorrer. Porém, agora, esta prática irregular foi denunciada. A lista de afronta à lei não para por ai. Outros direitos vêm sendo atropelados. O Ministério do Trabalho foi acionado. LEIA MAIS 

FONTE: STIG JUNDIAÍ

written by FTIGESP

Ir para página início  4 5 6 7 8 9 10 11 12 13  última